.as minhas fotos

.links

.pesquisar

 

.o mesmo eu

a diferença em mim vista por vós, é a mesma por mim vista em vós.

.Outubro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Quinta-feira, 20 de Outubro de 2005

Amadureço

Amadureço
no galho da árvore anciã
onde o vento passa
com o tempo.

Amadureço
nas vozes
dos rios vivos
e dos poetas mortos.

Amadureço.

Espero os mestres
que dizem que a lua
é paixão, amor e traição.
e não um planeta
suspenso como um balão
num fio de estrelas
que a terra segura com a mão.

Amadureço
as letras como o fruto
e depois reparto-o
da minha vida.

Amadureço
no Poente
no descanso do Sol
e
na montanha encarno
a voz do eco.

Amadureço
o que penso,
o que digo e como o faço
no ventre da natureza_
mãe do tempo.

Amadureço.

Cerco os dias
nas asas de um condor
e voo na sabedoria
que plaina no tempo.


20.10.2005
avozquenaosecala

escrito por A.fe às 13:04

link do post | não sejas tímido | favorito

33 comentários:
De Anónimo a 25 de Outubro de 2005 às 14:20
Belíssimo poema. E como é verdadeiro.Nelson Lourenço
(http://www.atuleirus.weblog.com.pt)
(mailto:www.nelourenco@hotmail.com)


De Anónimo a 25 de Outubro de 2005 às 12:59
Obrigado pela visita e pelo comentário.
Mas tens de ler o episódio todo!
JokinhasAntónio
(http://eusoulouco.blogspot.com)
(mailto:a.castilho.dias@clix.pt)


De Anónimo a 25 de Outubro de 2005 às 02:17
Olá Ana, se amadurecemos com o tempo... sim, mas no entanto ainda me sinto muito verde, impróprio para consumo. lol Quero amadurecer muito... muito lentamente e absorver da vida a sabedoria de saber quando ficar maduro. Obrigado pelas simpáticas palavras no meu singelo cantinho. Gosto de te ler e acho que estou a ficar assíduo. Bjinhos maiatos. Bufagato
(http://bufagato.blogspot.com)
(mailto:luismcunha@gmail.com)


De Anónimo a 25 de Outubro de 2005 às 01:01
A maturidade que todos desejam e só alguns alcançam! As tuas palavras dizem tudo!
Um beijo.Ana
(http://www.encostadomar.blogspot.com)
(mailto:aa.lisboa@clix.pt)


De Anónimo a 24 de Outubro de 2005 às 19:45
Ola sou a Carolina e vim agradecer por me teres visitado,bem pintar ainda não sei só tenho 2 aninhos mas já consigo fazer alguns rabiscos.BjinhosPipoka
(http://cantinhodapipoka.blogs.sapo.pt/)
(mailto:thunder_girl3@hotmail.com)


De Anónimo a 24 de Outubro de 2005 às 18:59
Passei para deixar um Beijinho...Carlos.Carlos Afonso
(http://carlosacafonso.blogs.sapo.pt)
(mailto:carlosacafonso@hotmail.com)


De Anónimo a 23 de Outubro de 2005 às 00:25
ANA, belíssimo o teu poema, recheado de grandes significados para nossa vida, repleto de ensinamentos de sabedoria interior.Não pude deixar de observar o incentivo às realizações de nossas vidas. De qualquer maneira vou deixar meu rastro para que me faças uma visita.
BjsPlanetagel
(http://www.complexogel.blogspot.com)
(mailto:terragel@hotmail.com)


De Anónimo a 22 de Outubro de 2005 às 23:25
Vejo no seu poema a associação da sabedoria à maturidade. Está correcto. Não vejo nunca a mocidade reconhecer isso. Parece que é preciso amadurecer para o entender. Cumpts.Bic Laranja
(http://biclaranja.blogs.sapo.pt)
(mailto:biclaranja@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Outubro de 2005 às 23:00
Também amadurece assim o Poeta.
"Amadureço
as letras como o fruto
e depois reparto-o
da minha vida.

Amadureço
no Poente
no descanso do Sol
e
na montanha encarno
a voz do eco.

Beijinhos.
Maria do Céu Costa
(http://www.maisquepalavras.blogs.sapo.pt)
(mailto:mariaceucosta@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Outubro de 2005 às 15:45
amadurecer é muitas vezes constatar o quão ingénuos éramos enquanto pregávamos aos 4 ventos a nossa sabedoria... muito belo, como sempre... ;-)amcatarino
</a>
(mailto:)


Comentar post

blogs SAPO
a diferença em mim vista por vós, é a mesma por mim vista em vós.