.as minhas fotos

.links

.pesquisar

 

.o mesmo eu

a diferença em mim vista por vós, é a mesma por mim vista em vós.

.Outubro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Fazer olhinhos

Segunda-feira, 10 de Outubro de 2005

alguns Pensares Meus

por vezes...
caminho por aí?!!!
no olhar, levo uma flor.
e todos que encontro
são bonitos
e
todos têm cor.

.../

Quando chove
olho para o céu,
procuro a torneira ou a fonte
que molha a terra inteira
mas
só vejo caras e caretas
de almas
que estão entre uma fronteira.

.../

a diferença em mim
vista por vós
é a mesma
por mim
vista em vós.

.../

tudo vai acontecer
independentemente do que
for acontecer.


../

também beijo as aves
na brisa que passa
lá em casa
sozinha não pudia
pois, não tenho asas.


.../
tenho uma consciencia
que fala comigo
só quando
ando no mau caminho.


.../
Não tenho asas
mas
gostava de voar.
então
corro, muito
até
as forças terminarem
e
sofrega olho outra vez
para o céu
e vejo-as passar
sem em mim, reparar.

.../

gostava de sentir
a água como...
se sente uma bola.
não entendo!
como a agua escorre pelos dedos abaixo,
em pingas
que fogem com pressa?
se Deus fez mais
água que terra, no mundo
porquê que a água
dos meus dedos foge?


/...

sei
que vivo
num mundo
em que
o mal
não existe
mas
tambem sei
que este mundo
é só meu.


escrito por A.fe às 09:08

link do post | não sejas tímido | favorito
|

27 comentários:
De Anónimo a 20 de Outubro de 2005 às 12:50
amigos, a todos a minha vénia de agradecimento pelas palavras que aqui deixaram.
um beijo poetico.
Ana ana maria
(http://amcosta.blogs.sapo.pt)
(mailto:aguassantas11@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Outubro de 2005 às 17:42
Olà Ana, estou agora a descobrir um(a) autor(a) dos que gosto, ainda nâo tive tempo para explorar a fundo os teus escritos,mas o que li me leva a lançar-te um convite, (publicares as tuas cronicas, artigos ou contos) no Jornalecos.. o amigo Joâo Parreira também là està.. deixo o eu mail para contacto..

um abraço literàrio

Fernando Oliveira

ferool@neuf.fr

www.jornalecos.net
Fernando Oliveira
(http://www.jornalecos.net)
(mailto:ferool@neuf.fr)


De Anónimo a 13 de Outubro de 2005 às 17:10
Neste mondo onde somos só nós os rios correm para cima e o céu está na terra.alfa69
(http://daquidali.blogs.sapo.pt)
(mailto:aalmas@marbosserra.pt)


De Anónimo a 13 de Outubro de 2005 às 14:52
Y que pensamientos preciosos ! besito :)romero
(http://romerodelpueblo.blogspot.com/)
(mailto:romero_del_pueblo@hotmail.com)


De Anónimo a 13 de Outubro de 2005 às 13:03
Ola´amiga!, Sim gostei muito, acho que todos n´s temos um mundo só nosso e que nunca queremos partilhar com os outros, talvez ejamos egoistas, mas a partilhar que sejam as coisas boas para o Mundo ser melhor, as más que fiquem no nosso "submundo" para que ninguém veja. Continua!
bj grande
apmAna Paula
</a>
(mailto:apm@sonae.pt)


De Anónimo a 12 de Outubro de 2005 às 22:20
Olá Ana Maria.Bonito poema.....pena é que esse mundo que é só teu e onde o mal não existe, se pudesse transformar como que por magia no mundo de todos nós.
Obrigada pela visita
BeijinhosMargusta
(http://margustamar.blogspot.com)
(mailto:margustamar@hotmail.com)


De Anónimo a 12 de Outubro de 2005 às 19:55
Temos que nos preservar, protegendo-nos, no que é possível, do mundo exterior; é fundamental para conservarmos a nossa pureza, continuarmos a sonhar e não deformarmos o coração. Todos nós temos necessidade de criar uma redoma à nossa volta e correr para ela sempre que podemos.Mocho
(http://barrocodomocho.blogs.sapo.pt)
(mailto:mvilamoura@sapo.pt)


De Anónimo a 12 de Outubro de 2005 às 08:53
ana

gostei desta série, e logo do primeiro poema.
a simplicidade é uma arte.
jose felix
(http://ateiadaaranha.blogspot.com)
(mailto:jonasfel@netcabo.pt)


De Anónimo a 12 de Outubro de 2005 às 04:51
És uma menina muito observadora e contemplativa... pensadora e sonhadora... preserva bem o TEU mundo. É bom termos um mundo só nosso, nem que seja um cantinho pequeno né? BeijinhoIn loko
(http://riscosescritos.blogs.sapo.pt)
(mailto:ccreis@net.sapo.pt)


De Anónimo a 11 de Outubro de 2005 às 23:49
Olá!!

Adorei este teu poema!!
Identifico-me muito com o que escreveste!!!
Especialmente na parte em que vives num mundo onde o "mau" não persiste...um mundo só teu!!

BjsNatalie
(http://a-minha-teia.blogspot.com)
(mailto:natalie_afonseca@sapo.pt)


Comentar post

blogs SAPO
a diferença em mim vista por vós, é a mesma por mim vista em vós.