.as minhas fotos

.links

.pesquisar

 

.o mesmo eu

a diferença em mim vista por vós, é a mesma por mim vista em vós.

.Outubro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Fazer olhinhos

Quinta-feira, 20 de Outubro de 2005

Amadureço

Amadureço
no galho da árvore anciã
onde o vento passa
com o tempo.

Amadureço
nas vozes
dos rios vivos
e dos poetas mortos.

Amadureço.

Espero os mestres
que dizem que a lua
é paixão, amor e traição.
e não um planeta
suspenso como um balão
num fio de estrelas
que a terra segura com a mão.

Amadureço
as letras como o fruto
e depois reparto-o
da minha vida.

Amadureço
no Poente
no descanso do Sol
e
na montanha encarno
a voz do eco.

Amadureço
o que penso,
o que digo e como o faço
no ventre da natureza_
mãe do tempo.

Amadureço.

Cerco os dias
nas asas de um condor
e voo na sabedoria
que plaina no tempo.


20.10.2005
avozquenaosecala

escrito por A.fe às 13:04

link do post | não sejas tímido | favorito
|

33 comentários:
De Anónimo a 27 de Outubro de 2005 às 17:11
amigos a minha vénia a todos que por aqui passaram e deixaram o seus comentsana maria
(http://amcosta.blogs.sapo.pt)
(mailto:aguassantas11@sapo.pt)


De Anónimo a 27 de Outubro de 2005 às 16:48
Que belo poema este, estruturado, com principio meio e fim, de fácil leitura, enfim muito bom.

Obrigado pela visita o meu cantinho.

Um beijãoANjoNegro
(http://anjonegro00.blogspot.com/)
(mailto:anjonegro00@hotmail.com)


De Anónimo a 26 de Outubro de 2005 às 15:52
Olá Ana Maria,
...passei só para deixar um beijinho.Margusta
(http://margustamar.blogspot.com)
(mailto:margustamar@hotmail.com)


De Anónimo a 26 de Outubro de 2005 às 12:59
Ana, Amadurecer: fruto(nos primeios versos)ou ave( nos últimos), amadurecer é, em qualquer caso, sinal de partida. Gostei muito deste teu bom poema. Nota pessoal: desde a semana passada que estou doente, acamado. Ora por mim a Deus.
JoãoJTParreira
</a>
(mailto:jtparreira@hotmail.com)


De Anónimo a 26 de Outubro de 2005 às 12:47
Obrigado pela visita e pelo comentário ao 3º episódio da "Reencontro".
E fiquei a saber que, quando te salta a tampa, falas, falas, falas, falas, falas...tipo Duracell.
ah ah ah

JinhosAntónio
(http://eusoulouco.blogspot.com)
(mailto:a.castilho.dias@clix.pt)


De Anónimo a 25 de Outubro de 2005 às 23:57
Como vê, querida Ana, "quem é vivo sempre aparece"!!! Um beijinho e os meus agradecimentos pela sua delicadeza de cada vez que visita os meus blogs.Nastenka
(http://www,nastenkanoitesbrancas.blogspot.com)
(mailto:nastenka@clix.pt)


De Anónimo a 25 de Outubro de 2005 às 23:52
Muito grata pela delicadeza e generosidade das suas palavras no seu email. Agora que teve a amabilidade de me indicar o seu espaço, a ele voltarei em outra ocasião, com mais tempo e menos cansaço. Hoje não estaria em condições de o apreciar devidamente.

Obrigada. T.T.
(http://texere.blogspot.com)
(mailto:tecum@sapo.pt)


De Anónimo a 25 de Outubro de 2005 às 20:02
Maravilhosas as tuas letras, menina! Aproveito para agradecer-lhe a visita e teu comentário no meu espaço. Voltarei! BeijosClaudia Perotti
(http://meiasintimidades.zip.net)
(mailto:claudia-perotti@uol.com.br)


De Anónimo a 25 de Outubro de 2005 às 20:00
Quando li seu comentário, imaginei que era de alguma lugar distante, pois aqui no Brasil temos algumas variações de nossa língua. Ao vir aqui pude compreender... Realmente a diferença de nossas línguas é bastante clara. Embora tudo seja a mesma língua portuguesa. Aqui falamos de uma maneira mais coloquial. No entanto, vocês falam mais bonito e melhor conjugado. Mas nos ententemos sempre, ainda mais se tratando de poemas-sentimentos...
Adorei sua escrita!
Obrigada pela visita.
beijos
Camila
(http://camiles.blogspot.com)
(mailto:)


De Anónimo a 25 de Outubro de 2005 às 18:44
Ana Maria
Obrigado pela força!
Estou a começar a ler o que escreves, cá vou eu, depois falo.
beijinhoSona
(http://liberdadenasasas.blogspot.com/)
(mailto:sona@mail.telepac.pt)


Comentar post

blogs SAPO
a diferença em mim vista por vós, é a mesma por mim vista em vós.