.as minhas fotos

.links

.pesquisar

 

.o mesmo eu

a diferença em mim vista por vós, é a mesma por mim vista em vós.

.Outubro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Fazer olhinhos

Segunda-feira, 13 de Março de 2006

Sem limites

Quero descobrir, criar,
quero amar,
quero ser selvagem,
desobediente,
meiga, bruta e
pura no tempo em que ninguém o é!
Quero as minhas veias em raízes de uma árvore secular
e a morte morta no rio que passa no inferno.
Quero viver na voz de um passarinho
que faz o ninho sobre o amor!
Quero reviver cores e
lembrar rostos nas flores.
Quero agarrar o mundo e bebê-lo.

Ana Mª Costa

escrito por A.fe às 16:47

link do post | não sejas tímido | favorito
|

29 comentários:
De Anónimo a 15 de Março de 2006 às 21:01
Querida Ana Maria. Os teu poemas, são de uma beleza inquietante "Quero agarrar o mundo e bebê-lo". - E eu bebo assim as tuas palavras - sublimes de poesia. Beijinhos Cheios de ternura
Betty Branco Martins
(http://bettybrmartins.blogspot.com)
(mailto:betty_martins@net.novis.pt)


De Anónimo a 15 de Março de 2006 às 12:48
Muito muito bonitas estas tuas palavras, parabens, li e reli, adorei, beijinhos*NIGHT
(http://www.night8wolf.blogspot.com)
(mailto:nightwolf_does_it@hotmail.com)


De Anónimo a 14 de Março de 2006 às 21:58
E não começa qualquer empreendimento, por um simples desejo que vai tomando forma e avolumando? Claro que serás tudo aquilo a que te propuseres e a perseverânça te levar... bjinho
Bufagato
(http://bufagato.blogspot.com)
(mailto:bufagato@gmail.com)


De Anónimo a 14 de Março de 2006 às 21:53
olá mais uma vez, aí vai o meu comentário.
Cuidado com o que se bebe hoje em dia pois o resultado pode ser bastante desagradável, mas é como se diz " tudo é licito mas nem tudo me convem"
Nunca se esqueça uma palavra pode "matar" mas o Espírito Vivifica
www.freefotolog.net/ngareosa
Abílio Pereira
</a>
(mailto:ngareosa@hotmail.com)


De Anónimo a 14 de Março de 2006 às 21:50
Gostei muito, mesmo muito deste poema! Bebi-o de um só trago e fiquei a saboreá-lo no coração!
BeijinhosRaquel
(http://janelas.blogs.sapo.pt)
(mailto:raquelmi@sapo.pt)


De Anónimo a 14 de Março de 2006 às 21:07
Querida amiga, espero que esteja tudo bem contigo. Muitos beijinhos e boa semanaMikas
(http://www.blogambiental.blogspot.com)
(mailto:ana.v.sobral@gmail.com)


De Anónimo a 14 de Março de 2006 às 15:25
«Quero agarrar o mundo e bebê-lo», gostei, apesar da impossibilidade.
Abraço
JoãoJ.T.Parreira
</a>
(mailto:jtparreira@hotmail.com)


De Anónimo a 14 de Março de 2006 às 11:02
Como se pudesses ter a Vida para sempre nas tuas mãos e brincar com ela e com quantas potencialidades ela te reserva...
Exótico e prodigioso!
Bjo*laranjinha_
(http://laranjinha_.blogspot.com)
(mailto:marisaasfernandes@hotmail.com)


De Anónimo a 14 de Março de 2006 às 10:16
Ana Maria, quem assim quer com esta força enraizada, consegue libertar-se para a vida. Minha querida, mudei de campo e venho pessoalmente comunicar-te. Virei sempre ao teu espaço porque vais comigo! BeijoMaria Papoila
(http://apapoila.blogs.sapo.pt)
(mailto:mantosilva@sapo.pt)


De Anónimo a 14 de Março de 2006 às 01:37
"Quero" é uma indicação ao universo dum desejo. Mas é um grito de libertação, onde os sentimentos se tocam numa ânsia de amar, numa profunda ansiedade no caminho do bem-estar, da partilha, da descoberta duma forma de ser…
Amaral
(http://amaralnascimento.blogspot.com)
(mailto:amaralnascimento@hotmail.com)


Comentar post

blogs SAPO
a diferença em mim vista por vós, é a mesma por mim vista em vós.