.as minhas fotos

.links

.pesquisar

 

.o mesmo eu

a diferença em mim vista por vós, é a mesma por mim vista em vós.

.Outubro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Fazer olhinhos

Sexta-feira, 27 de Janeiro de 2006

poema

Alguém lá de cima gosta de mim
os seus olhos
ultrapassam-me e ficam

à minha espera
numa esquina qualquer
do calafrio

os seus ouvidos
velam meus lábios
todas as manhãs

deixa-me voltar
a pensar no dia
a repetir as coisas, sempre

e a tornar a cair
no volumoso veludo
de outra noite

Aqui, sozinho
Alguém lá de cima gosta de mim
Alguém

lá de cima gasta em mim
o seu amor


escrito pelo poeta e meu amigo João Tomás Parreira a quem deixo aqui ficar um grande abraço.

escrito por A.fe às 14:23

link do post | não sejas tímido | favorito
|

9 comentários:
De Anónimo a 29 de Janeiro de 2006 às 19:35
Olá Ana! Belo poema... parabéns ao autor e a ti, por o teres aqui publicado! Beijinhos e boa semana. ***** eternapartedemim
(http://eternapartedemim.blogs.sapo.pt)
(mailto:lucosta@netvisao.pt)


De Anónimo a 29 de Janeiro de 2006 às 08:51
"... os teus olhos ultrapassam-me e ficam ...". Bastaria esta passagem para torná-lo brilhante, e ele é um todo. Lindo poema, Ana. BeijoFernando
(http://www.fernandorozano.blogspot.com)
(mailto:fernandorozano@yahoo.com.br)


De Anónimo a 27 de Janeiro de 2006 às 23:45
Ana Maria tenho a certeza que alguem lá em cima gosta de nós...poema lindo este. Obrigada pelo carinho e apoio.Beijinhos para ti e bom fim de semana.margusta
(http://margustamar.blogspot.com)
(mailto:margustamar@hotmail.com)


De Anónimo a 27 de Janeiro de 2006 às 22:02
Olá :) Fiz agora um blog no qual pretendo chamar a atenção das pessoas para o que estragou a minha vida. Por favor vem tomar conhecimento, isso ajudar-me-ia imenso… Obrigado.Maria
(http://www.naoesquecerei.blogs.sapo.pt)
(mailto:kkakak@sapo.pt)


De Anónimo a 27 de Janeiro de 2006 às 19:43
Olá!!
Gostei muito deste poema, boa!!
E é isso, lá em cima ou cá em baixo...há quem goste de nós, e isso só nos faz sentir bem!!
E vice-versa!!
Fica muito bem!!
Beijinhos
:)Natalie
(http://a-minha-teia.blogspot.com)
(mailto:natalie_afonseca@sapo.pt)


De Anónimo a 27 de Janeiro de 2006 às 18:37
Lindíssimo poema, cheio de esperança e confiança porque Alguém lá em cima se lembra de nósLuisa
(http://ecosodtempo.blogs.sapo.pt)
(mailto:luisa34@netcabo.pt)


De Anónimo a 27 de Janeiro de 2006 às 17:46
Ana, apenas um obrigado pela publicação deste poema. um abraço.
joãojtparreira
</a>
(mailto:jtparreira@hotmail.com)


De Anónimo a 27 de Janeiro de 2006 às 17:01
Obrigado pela visita, minha querida.
Volta sempre.
Tem um bom fim de semana.

Beijinhos
António
(http://eusoulouco.blogspot.com)
(mailto:a.castilho.dias@clix.pt)


De Anónimo a 27 de Janeiro de 2006 às 14:44
O amor não se gasta. É um poema muito bonito, muito confiante. Traz com ele a esperança que nos faz sorrir à vida, ainda que, por vezes, não seja fácil…
Amaral
(http://amaralnascimento.blogspot.com)
(mailto:amaralnascimento@hotmail.com)


Comentar post

blogs SAPO
a diferença em mim vista por vós, é a mesma por mim vista em vós.