.as minhas fotos

.links

.pesquisar

 

.o mesmo eu

a diferença em mim vista por vós, é a mesma por mim vista em vós.

.Outubro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Fazer olhinhos

Quinta-feira, 20 de Julho de 2006

Estados de alma

Queria que chovessem palavras certas
E não pingos de confusão
Enquanto, a incerteza fragiliza a minha nuvem
Quem dera que não fosses trovão
Ou um anjo brincalhão
 
-*-
 
Sou
mulher saída da fonte de água fria
e levo além da bilha a nervura de fêmea
no corpo de palpitação
sou branca, sou vermelha
sou a cor da ocasião
sou apenas uma criação
que ri,
que cheira as flores
que chora
e que abraça na hora
e que diz que tudo ama
sou
um vulcão em erupção
Ou sou o momento da ocasião?
Não sei…?
-*-
 
 
“Gostava que o mundo fosse como um livro que fecha e abre no tempo que queremos.”
 
Ana Mª Costa
 

escrito por A.fe às 15:49

link do post | não sejas tímido | favorito
|

8 comentários:
De Frog a 20 de Julho de 2006 às 17:25
O mundo é um livro, com muitas páginas em branco... onde quer que o abresses só te mostraria o passado!...
Perfiro a fragilidade dos sonhos e a beleza dos teus poemas...

Um beijo...


De Maria Papoila a 21 de Julho de 2006 às 19:07
Olá Ana Maria:
Poeta de ocasião não és...
Gostei do poema.
Beijo


De mc a 21 de Julho de 2006 às 19:59
Como apreciei a visita - agradecida.

Belos textos - aqui.

Bfds - bj.


De alice a 21 de Julho de 2006 às 21:19
querida ana, estou muito contente por ver tão belos poemas no teu blog, adorei que tivesses publicado o que escreveste a 4 mãos com o alberto serra e agradeço a partilha da tua obra connosco e dos nomes que nos tens apresentado, um grande beijinho, alice (bom fim de semana!)


De Mikas a 22 de Julho de 2006 às 12:20
Querida amiga eu ao ler o teu post fikei a pensar sobre o meu estado de alma... mas sinceramente não o sei descrever, nem sei bem o que sinto...


De Amaral a 22 de Julho de 2006 às 19:13
Gostaria de poder participar como habitualmente nestes comentários mas, neste momento, é-me impossível!... Tudo de bom para ti!


De eternapartedemim a 23 de Julho de 2006 às 06:23
Olá Ana!

Há muito que aqui não vinha, pois não tenho tido tempo nenhum para fazer as minhas visitas preferidas, mas confesso, que já sentia imensas saudades dos teus belos poemas!

Sempre que puder, cá estarei para me encantar com as tuas palavras!

Beijos e boas férias se fôr o caso. *****

Lu Costa


De auréllio a 24 de Julho de 2006 às 23:57
nossa eu também queria que chovesse palavras certas no meu mundo enfim como sempre me surpreedendo,e espero que apareça lá no meu blog pois está completando um ano.até mas....


Comentar post

blogs SAPO
a diferença em mim vista por vós, é a mesma por mim vista em vós.