.as minhas fotos

.links

.pesquisar

 

.o mesmo eu

a diferença em mim vista por vós, é a mesma por mim vista em vós.

.Outubro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Fazer olhinhos

Segunda-feira, 22 de Maio de 2006

versos da minha mãe

"Vai-te carta

por esse mundo além

vai ver o meu amor

que nunca mais vem!

Vai-te carta feliz  voando

nas asas de um avião

vai dar um beijo ao meu filho

que o amo de  coração"

 

Rosa Martins é a minha mãe analfabeta e poeta.

Amo-te Mãe.

estou: filha e amada

escrito por A.fe às 13:07

link do post | não sejas tímido | favorito
|

13 comentários:
De António a 22 de Maio de 2006 às 13:31
Querida Ana Maria!
Afinal a veia poética é genética!
Muito interessante e ternurento.

Beijinhos


De Francisco Sobreira a 22 de Maio de 2006 às 13:38
Ana: Dona Rosa (como vai ela?), demonstra talento nesses versos simples. O que mostra que, tendo talento, a pessoa iletrada (segundo diz você de sua mãe) pode fazer boas coisas. Claro que a leitura, o conhecimento dos grandes autores ajuda muito. Um jinho.


De Bufagato a 22 de Maio de 2006 às 14:23
Um beijinho para a Rosa Martins
que um dia concebeu do amor
uma chama para os seus dias
a que devotamente chamou Ana Maria

e de analfabeta nada tem
quem sonha dos olhos o que vê
Dou os parabéns à tua mãe
dignissima desta mercê

Beijinhos para as duas
Luís Monteiro da Cunha


De soaresesilva a 22 de Maio de 2006 às 22:45
Para se ser poeta não é preciso ser doutor...porque a poesia brota do coração.


De Raquel a 23 de Maio de 2006 às 12:56
A tua mãe não é uma rosa, é uma roseira que brota palavras:) e gerou uma outra roseira linda que floresce versos também!


De alice a 23 de Maio de 2006 às 16:00
olá ana maria,

muito obrigada pela sua visita

agradeço especialmente que tenha comentado aquele post, dado o útlimo ser polémico e tanto me entristecer...

o meu mail é alicemoraaqui@hotmail.com

aguardo notícias e espero ter a honra de voltar a vê-la

um grande beijinho,

alice


De Frog a 23 de Maio de 2006 às 16:58
Quem sai aos seus....

Deixo um beijinho ás duas!!!


De alice a 23 de Maio de 2006 às 18:01
cara ana maria,

voltei para lhe agradecer a gentileza do convite que endereçou à minha amiga claudia cmara do blog mentiras histórias

ela ficou muito feliz com sua mensagem e aguarda novidades nesse sentido

naquilo que eu poder contribuir para aproximar as duas senhoras, terei todo o gosto em colaborar

mais uma vez, bem haja

um grande beijinho

alice


De alice a 23 de Maio de 2006 às 19:48
querida ana maria,

agradeço o seu convite

estou, aliás, muda, não sei porque me convida

espero poder contribuir na minha infinita ignorância literária

e muito obrigada por esta oportunidade

oxalá venha a dar provas de merecimento

um grande beijinho

até breve

alice


De canela-e-jasmim a 24 de Maio de 2006 às 09:46
António Aleixo, homem de uma extrema simplicidade, também tinha uma visão filosófica e uma veia poética acentuadas. Não são as academias , que fazem os talentos. Beijos para ti e para a tua mãe.


De alice a 24 de Maio de 2006 às 11:20
cara ana maria,

com os melhores votos de um bom dia, venho perguntar-lhe se devo responder aos mails que tenho recebido do grupo onde ontem me inscrevi

poderia ligar-lhe, mas não desejo incomodá-la, apenas perceber como devo agir...

desde já o meu muito obrigada

um grande beijinho

alice


Comentar post

blogs SAPO
a diferença em mim vista por vós, é a mesma por mim vista em vós.