.as minhas fotos

.links

.pesquisar

 

.o mesmo eu

a diferença em mim vista por vós, é a mesma por mim vista em vós.

.Outubro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.Fazer olhinhos

Segunda-feira, 5 de Setembro de 2005

Amor

A estrela é cadente

Traz cauda

E é quente

Rasga os céus ardendo

Acena-te

Explode amor

no rastilho fluorescente

sua arma de fogo

Afasta tudo o que se mete

A frente

Sou eu, amor…

A querer-te.

escrito por A.fe às 16:42

link do post | não sejas tímido | favorito
|

5 comentários:
De Anónimo a 6 de Setembro de 2005 às 15:46
Marta obrigada pela visita e comentario.-jinhos
Diogo Ribeiro as palavras:- belo, poema e amor para mim são irmãs - como adivinhaste?-jinhosana maria
</a>
(mailto:aguassantas11@sapo.pt)


De Anónimo a 6 de Setembro de 2005 às 11:16
Belo poema de amor. Cumprimentos :)Diogo Ribeiro
(http://omeunada.blogspot.com)
(mailto:zephyrium@hotmail.com)


De Anónimo a 6 de Setembro de 2005 às 09:11
Olá,

Obrigada pela tua visita que me trouxe aqui.
Li tudo e gostei muito, tem alma.
BeijoMarta
(http://minhaalma.blogspot.com/)
(mailto:msmo44@hotmail.com)


De Anónimo a 6 de Setembro de 2005 às 08:10
pi-grata pela tua visita ao meu cantinho e pelo comentario tb, volta sempre que queiras serás bem-vinda.ana maria
</a>
(mailto:aguassantas11@sapo.pt)


De Anónimo a 5 de Setembro de 2005 às 20:42
Obrigada por visitar o Madrigal de onde faço parte. Não conhecia o seu cantinho, mas tem aqui um bonito espaço. Este poema é um poema de amor numa torrente de sentimentos. Gostei e certamente voltarei cá....Pi
(http://http/madrigal.blogsome.com//)
(mailto:piedadesol@mail.telepac.pt)


Comentar post

blogs SAPO
a diferença em mim vista por vós, é a mesma por mim vista em vós.